domingo, maio 19, 2013

São onze retratos, onze histórias silenciadas anos a fio por causa das moscambilhas, da luxúria, dos medos que poderiam revelar.
Há um pentagrama ligando Elisabeth e Leonardo O Vitrúvio, dois estranhos que se descobrem pelos portais de Paris. Há uma caixa contendo a prova de que o Presidente Kennedy, assassinado em 1963, fora avisado de véspera. E há máscaras brancas à solta no tempo e no Carnaval de Veneza; com gente dentro.
Histórias só agora descritas.
Como a do fidalgo, que no seu palácio de Sintra dá com Solledade, a mulher, aninhada no cocheiro espanhol. Ou a do anjo da guarda com problemas deontológicos, tantos os protegidos que lhe entregam por uns dias.
Portanto, caro leitor, será melhor correr o risco e ler tudo; mesmo que se reconheça em algum destes retratos, ou reconheça alguém...


(síntese de contra-capa)



 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial