quarta-feira, fevereiro 22, 2006

ON AN ISLAND


Nos próximos dias 6 e 7 de Março será o lançamento mundial do novo CD do britânico David Gilmour: ON AN ISLAND.
David, talentoso e criativo guitarrista, compositor e produtor, é, desde 1968, a voz e a guitarra inconfundível dos Pink Floyd - nesse ano começou logo por tocar, compor e produzir partes do album "A Saucerful of Secrets". Desde então,para além das gravações e dos concertos com os Pink Floyd (o mais recente foi no LIVE 8, em 3 de Julho do ano passado, a que se juntou o "dissidente", afinal sempre "amigo", Roger Waters) David Gilmour conta com vários discos a solo, tendo, ainda, tocado e produzido trabalhos de músicos como Paul McCartney, Kate Bush ou Robert Wyatt.
Neste novíssimo ON AN ISLAND colaboram, por exemplo, Phil Manzanera (Roxy Music), o prestigiado compositor polaco Zbigniew Preisner, David Crosby, Graham Nash, Robert Wyatt, Caroline Dale, Allasdair Molloy, Jools Holland e Richard Wright.
Track Listings
1. Castellorizon
2. On An Island
3. The Blue
4. Take A Breath
5. Red Sky At Night
6. This Heaven
7. Then I Close My Eyes
8. Smile
9. A Pocketful Of Stones
10. Where We Start

From the Label
Gilmour's first new solo album since 1984's experimental About Face sees the Pink Floyd frontman return to the style of his 1978 debut, which is more in keeping with the classic Pink Floyd sound. Gilmour's trademark slow-tempo delivery is thankfully intact and his voice is on fine form throughout. The songs are largely excellent, particularly the title track and the intoxicating "Take A Breath".

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Aceitei a sua sugestão e comprei hoje o CD. Já gostava do trabalho emotivo e cristalino do D. Gilmour.
Ouvi agora este e comoveu-me tanta sensibilidade e amor à vida e por sequência à esposa, por parte deste músico e compositor tão delicado e talentoso.
Que maravilha de disco, uma verdadeira ode à alma da ilha que todos temos dentro de nós.
marta, Lisboa

1:10 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Comprámos cá em casa o CD do David Gilmour e de facto é de uma interiorização tão linda que chega a comover!
Trata mesmo de um músico com enorme talento e sensibilidade. Para além do mais, ter cursado Arte e Arquitectura em Cambridge, acaba por se perceber, tal o cuidado e bom gosto do grafismo.
Só falta ir de férias para a ilha.
M. Porto

3:10 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial