quarta-feira, junho 12, 2013



"Cada uma das pedras que constitui este livro obriga-nos a perceber que o drama e o humor se encontram onde menos se espera – e o escritor procura demonstrá-lo com destreza e sabedoria. Por isso, a surpresa é um motivo de alegria narrativa. Por isso, a incerteza é um motivo de atracção...” - lê-se no prefácio, da autoria de Guilherme d´ Oliveira Martins, presidente do Centro Nacional de Cultura.

O Contador de Retratos tem a chancela da Âncora Editora, e é o quinto livro de António Santos, depois de Deixei-te o Sorriso em Casa (2010), O Pescador de Girassóis (2007), Os Sapos Vivos estão pela Hora da Morte (2003) e As Noites Longas do Fm-Estéreo (uma co-autoria, de 1986).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial